Serviços

Gerenciamento de projetos

Gerenciamento de Projetos


Um projeto é composto de várias fases ou processos, onde a saída de um processo é a entrada de outro. Os controles efetivos de cada fase garantem que o produto final atenda ao escopo inicialmente previsto e atinja os resultados esperados. O monitoramento e o controle ocorrem paralelamente à execução. Isso garante que o que está sendo feito é compatível com o que foi planejado; e resume a essência do gerenciamento de projetos. Este compreende diversas fases, a saber:

  • a definição detalhada do escopo do empreendimento;
  • consolidação do projeto básico;
  • análise e aprovação das documentações do projeto executivo e de fabricantes;
  • atualização dos documentos certificados para as empreiteiras;
  • elaboração do cronograma geral do empreendimento e definição das datas marco (eventos);
  • elaboração de planos de ação para eventuais programas de recuperação;
  • elaboração de cronogramas de recuperação;
  • homologação de fornecedores;
  • controle de suprimentos;
  • controle dos testes de aceitação em fábrica;
  • controle do escopo e eventuais desvios;
  • atualização do projeto conforme as modificações de campo (as built), dentre outros.

Todas essas atividades estão baseadas nas premissas do PMBOK Guide, conforme o desenho abaixo.

 

gerenc-projetos

 

Realizar um gerenciamento de projetos eficiente, mais que um importante diferencial competitivo; significa tornar a empresa mais ágil, mais dinâmica e pronta para entregar muito mais valor a seus clientes.

 

ENGENHARIA DO PROPRIETÁRIO NO GERENCIAMENTO DE PROJETOS

 

Uma modalidade que vem ganhando espaço no gerenciamento de projetos é a utilização de contratações do tipo Engenharia do Proprietário (EP). Neste modelo de gerenciamento de projetos o contratado se torna parte da equipe do cliente, auxiliando-o desde a etapa de projeto executivo, construção, montagem, aquisições, comissionamento e start up.

Geralmente a EP se aplica a empreendimentos de médio ou grande porte, em que há várias empresas contratadas, e várias entregas parciais. São casos em que as entregas não podem atrasar para não comprometer as demais etapas do projeto ou serviços subsequentes. Ou mesmo em empreendimentos onde há apenas uma contratada, mas que compreende várias especialidades distintas, tais como civil, elétrica, mecânica, instrumentação ou automação e todas são interdependentes.

Mesmo havendo uma matriz de responsabilidades bem elaborada, muitas vezes é nas interfaces de projetos distintos que se verificam inconsistências ou lacunas. É aí que entra a engenharia do proprietário, para, de forma imparcial, delimitar os limites de responsabilidade de cada parte. Também serve de arbitragem nos casos de conflitos entre os diversos contratos.

Porém a EP vai muito além. É a segurança para o contratante de que aquilo que foi contratado vai ser entregue, dentro do prazo e do orçamento estipulados. De que todas as inconsistências do projeto serão sanadas em tempo hábil, e que tudo estará funcionando até a data de entrega do empreendimento dentro dos padrões de excelência exigidos.

 

Contato